Policial

Publicada em 07/06/16 as 16:46h - 671 visualizações
Polícias erradicam 188 mil pés de maconha no Sertão de Pernambuco

Radio Educadora de Belem


 (Foto: Radio Educadora de Belem)

A Polícia Federal (PF) divulgou, nesta terça-feira (7), o resultado da 'Operação Cânhamo II', realizada nas cidades do Sertão de Pernambuco entre os dias 25 de maio a 3 de junho. Durante a ação foram erradicados 188 mil pés de maconha e 256 quilos da droga pronta para consumo também foi encontrada. O objetivo da operaçãi é reduzir a produção e a oferta do entorpecente em toda a região. Ninguém foi preso.

Participaram do trabalho 40 policiais, entre federais, civis e militares do Corpo de Bombeiros. Foram realizadas incursões terrestres, aéreas e fluviais, com o apoio de duas aeronaves e quatro botes infláveis. A operação foi realizada nas cidades de OrocóCabrobóBelém do São FranciscoDormentesAfrânioSanta Maria da Boa Vista, Ilhas do São Francisco, Mirandiba, Ibimirim, Petrolândia, Carnaubeira da Penha, Floresta, Betânia e Manari.

Ao todo foram erradicados 188 mil pés de maconha, deixando de ser produzido 62 toneladas da droga. Foram destruídos também 80 plantios e 241 mil mudas. O chefe de comunicação da Polícia Federal (PF), Giovani Santoro destacou a importância da operações realizadas durante todo o ano no Sertão.

188 mil pés de maconha foram erradicados (Foto: Divulgação / Polícia Federal)188 mil pés de maconha foram erradicados (Foto: Divulgação / Polícia Federal)

"Com esse trabalho a gente consegue fazer o controle permanente desses plantios, evitando que os produtores colham, prensem e coloquem no mercado consumidor uma grande quantidade da droga. É necessário ter esse controle justamente para que não se tenha colheita. De uma única fez, erradicamos os 188 mil pés, 62 toneladas de maconha deixaram de ir para as mãos de traficantes", ressalta Giovani.

O chefe de comunicação disse ainda que a PF está focando também nas pequenas operações. "Antes  o foco eram as grandes operações, onde montávamos todo um aparato, uma logística de guerra e os produtores e traficantes viam a movimentação e tinham como fugir. Então, agora estamos investindo também nas pequenas operações, porque é mais fácil de chegar ao produtor, as pessoas que estão financiando aquelas plantações", detalha.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

No Ar
NOITE TOTAL
(87) 9914 1488

Bate Papo

Digite seu NOME:


Baixe nosso Aplicativo
BAIXE NOSSO APLICATIVO
Pedidos Musicais

  • ailton aldenir
    Cidade: floresta
    Música: moteu com maiara e maraisa
  • Redes Sociais


    Estatísticas
    Visitas: 634023 Usuários Online: 14
    Anuncie conosco
    FAN PAGE

    Parceiros

    Copyright (c) 2017 - Radio Educadora de Belem - Todos os direitos reservados