Brasil

Publicada em 23/07/13 - 3338 visualizações
Turista de 18 anos atacada por tubarão morre em hospital do Recife
Turista de 18 anos atacada por tubarão morre em hospital do Recife

...


Morreu, por volta das 23h30 de segunda-feira (22), a jovem Bruna Silva Gobbi, 18 anos, vítima de um ataque de tubarão nesta tarde na praia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital da Restauração (HR), por volta da 1h desta terça (23).

O corpo da turista paulistana será encaminhado ao Instituto de Medicina Legal. Ainda não há informações sobre traslado do corpo, velório e enterro. Esse foi o 59º ataque de tubarão no litoral pernambucano e a 24ª morte, desde 1992, quando teve início a contagem desse tipo de incidente.

Bruna estava com uma prima quando foi atacada, por volta das 13h20 desta segunda. As jovens estavam na praia de Boa Viagem, na altura do edifício Castelinho. "Estávamos em um grupo de pessoas, eu, ela, nossos primos de Olinda, a mãe dela e a avó. Eu e ela estávamos no raso e percebemos que tinha um buraco, um declive, e não conseguíamos pisar no chão. Nessa hora um dos nossos primos pediu ajuda a um dos salva-vidas. Pouco depois de eu ter sido colocada no jet-ski dos Bombeiros, Bruna foi atacada", relembrou Daniele Souza Gobbi, em conversa com o G1.

O que a jovem define como declive é, na verdade, uma forte correnteza causada pela chamada corrente de retorno. "É uma corrente muito forte e precisa saber nadar muito bem para escapar. Bruna e a outra pessoa que estava com ela foram arrastadas mais para dentro do mar. São correntes comuns em qualquer praia, não são uma particularidade do Recife", explica a presidente do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), Rosângela Lessa, que também é professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

O momento do ataque foi registrado pelas câmeras de monitoramento do projeto Segurança na Orla, da Secretaria de Defesa Social (SDS). As imagens mostram a movimentação de Bruna e Daniele no mar, além da chegada dos bombeiros e manchas de sangue na água após o ataque. No vídeo, dois bombeiros aparecem entrando no mar a nado para resgatá-las. Usando uma moto aquática, um terceiro bombeiro resgata as banhistas. Depois, todos saem em direção à faixa de areia. Em nota, a SDS informou que o salvamento e resgate das vítimas durou menos de dois minutos.

A prima de Bruna acrescentou que conhecia o histórico de ataques de tubarão na praia recifense. "Sabíamos que havia riscos de ataque, mas eu não achava que seria tão no raso, e sim no fundo", comentou.

Fonte: G1




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

No Ar
NOITE TOTAL
(87) 9914 1488

Bate Papo

Digite seu NOME:


Baixe nosso Aplicativo
BAIXE NOSSO APLICATIVO
Pedidos Musicais

  • ailton aldenir
    Cidade: floresta
    Música: moteu com maiara e maraisa
  • Redes Sociais


    Estatísticas
    Visitas: 634032 Usuários Online: 22
    Anuncie conosco
    FAN PAGE

    Parceiros

    Copyright (c) 2017 - Radio Educadora de Belem - Todos os direitos reservados